Trechos de mais cinco rodovias brasileiras passara para a iniciativa privada.

O objetivo segundo a presidente Dilma Rousseff é priorizar as estradas por onde ocorre o escoamento da safra agrícola do País. Entre os trechos que passarão para a iniciativa privada está a ponte Rio-Niterói. O atual contrato vence em maio de 2015 e não deve ser renovado.

O Governo também pretende conceder à iniciativa privada, trechos da BR-163, entre Sinop no Mato Grosso e o Pará. Dois trechos da BR 364, também serão leiloados, entre as cidades de Rondonópolis no Mato Grosso e Goiânia, em Goiás e também o trecho entre Mato Grosso e Minas Gerais.

A BR 476 (antiga 116), entre o Paraná e Santa Catarina e da BR 480, entre Goiás e Minas Gerais também serão concedidos. Os cinco trechos somam 2625 quilômetros e os investimentos devem ultrapassar 17,8 bilhões de reais.

Os termos dos contratos ainda serão definidos e o governo fará uma consulta prévia ao setor privado, para daí criar um edital que seja atrativo e evitar problemas como corridos nos leilões anteriores, onde não apareçam interessados em alguns lotes rodoviários.

O novo prazo de concessão da Rio-Niterói será de 20 anos e das demais rodovias, de 30 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.