O que é o CT- e?  É um documento digital, emitido e armazenado eletronicamente, com a finalidade de documentar prestações de serviços de transportes, cuja validade jurídica é garantida pela assinatura digital do emitente e a Autorização de Uso fornecida pela administração tributária do domicílio do contribuinte.
Para a modalidade rodoviária, a obrigatoriedade foi estabelecida em 3 períodos. Em dezembro de 2012 foram obrigadas cerca de duzentas e setenta e cinco transportadoras de cargas, que trabalham na modalidade rodoviária, e que estão referidas no anexo único do AJUSTE SINIEF ( Portal da Nota Fiscal Eletrônica). Nesta ementa, estão relacionadas à raiz do CNPJ e o nome da transportadora, no entanto, o que estabelece § 5º da Cláusula primeira do citado AJUSTE, todas as filiais dessas empresas deverão obrigatoriamente vincular-se ao CT-e, na respectiva modalidade, a partir da data estabelecida.
Em agosto de 2013 iniciará a obrigatoriedade para as demais transportadoras rodoviárias optantes pelo regime normal de apuração do ICMS. E em dezembro de 2013 , para as optantes pelo Simples Nacional.
É importante estar ligado! As empresas que não se credenciaram voluntariamente estarão sujeitas ao credenciamento de ofício e ao bloqueio na emissão de AIDF do documento em papel. Mais informações Manual de Orientações – Contribuinte (MOC): http://www.cte.fazenda.gov.br/principal.aspx

Voltar ao blog

Voltar ao site da BSoft

1 Comment

  1. Marcos Paulo disse:

    Notei que o sistema da Bsoft trouxe muito mais agilidade na geração dos meus conhecimentos, consigo importar os dados diretamente das notas, e não tenho mais problemas com relação ao suporte, ao contrário do emissor gratuito, a equipe da Bsoft tem sido muito atenciosa e prestativa sempre que preciso.
    Recomento para aqueles que estão na duvida.

    Abração Marcos Paulo!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.