(Last Updated On: 9 de março de 2018)

Você sabe quais são os maiores desafios da gestão de transportes? Transportadoras de todo o país precisam lidar diariamente com inúmeros obstáculos, e o maior artifício que os empresários do setor podem ter é a informação para traçar boas estratégias.

Muito se fala sobre a importância do transporte rodoviário de cargas para a economia, mas quem trabalha nesse mercado sabe que existem pontos que dificultam a atuação e desaceleram o crescimento das empresas.

Pensando nisso, reunimos os maiores desafios da gestão de transportes e também as principais tendências. Quer se informar melhor? Acompanhe!

O que é gestão de transportes?

Antes de falarmos sobre os desafios, é interessante relembrarmos o conceito de gestão de transportes. Considerada um dos pilares para o crescimento de uma transportadora, a gestão de transportes é definida como os processos e atividades que visam aprimorar as entregas e assegurar a qualidade e eficiência.

Dentro dessa estratégia, estão inseridas diversas etapas logísticas, como a separação de produtos, armazenagem, estoque, manutenção dos veículos, planejamento de rotas, treinamento de motoristas e o próprio processo de transporte e entrega.

Enfim, a gestão de transportes envolve tudo aquilo que é necessário para que a transportadora opere e execute um serviço de qualidade, com segurança e, claro, dentro do prazo de entrega acordado com seus clientes.

Quais os desafios da gestão de transportes?

O transporte rodoviário de cargas é o mais utilizado do país. Cerca de 60% das mercadorias que circulam no Brasil utilizam esse modal, mas, ainda assim, há muitos desafios a superar.

Confira, a seguir, os obstáculos que uma transportadora precisa vencer para exercer um bom trabalho e se destacar em meio a tantos concorrentes.

Terceirização dos serviços logísticos

Antigamente, as empresas optavam por ter sua própria frota e executar pessoalmente todas as etapas logísticas até a entrega do produto ao consumidor final. Esse cenário evoluiu e, atualmente, a terceirização é a opção da maioria dos negócios brasileiros.

Apesar disso, o que poderia ser a solução pode ser um problema. Com diversos prestadores de serviços logísticos no mercado, encontrar um parceiro sério, qualificado, responsável e comprometido com o seu sucesso não é uma tarefa simples.

Uma transportadora, por exemplo, pode precisar de ajuda para o monitoramento das cargas, para a gestão de frotas e para o acompanhamento das finanças e, nesse caso, deverá buscar por parceiros que sejam preparados e tenham a solução de que ela precisa.

Defasagem do valor do frete

O valor do frete é outro importante desafio a ser superado. Com a crise econômica enfrentada no país e constantes aumentos nos valores do combustível, o custo final do frete deveria ter sido reajustado, mas ainda está defasado.

Uma pesquisa realizada em 2017 concluiu que o frete no Brasil tem defasagem de mais de 20%, o que representa uma perda de faturamento considerável e desacelera o crescimento do setor.

Desse modo, pode-se afirmar que as empresas do ramo têm suportado essa carga e, muitas vezes, praticam preços inferiores e que não condizem com os custos que têm para desenvolver um bom trabalho.

Adoção de novas tecnologias

A tecnologia é, de fato, uma das premissas para o sucesso empresarial. Dentro do setor de transportes, ela pode ser fundamental para desburocratizar inúmeras tarefas do dia a dia, agilizando o trabalho e aumentando a produtividade do negócio.

O desafio aqui, no entanto, é apostar em ferramentas que sejam realmente eficientes. Encontrar um software específico para o setor, que atenda às suas demandas e se adapte aos desafios e necessidades das transportadoras exige uma boa pesquisa de mercado e um certo tempo dos gestores.

No entanto, é importante frisar que existem bons sistemas no mercado. As empresas estão se especializando e desenvolvendo produtos voltados para o setor de transportes e com funcionalidades que fazem a diferença no cotidiano das transportadoras.

Segurança nas estradas

A segurança é mais um fator a ser apresentado como desafio. Basta assistir ao noticiário para ouvir notícias sobre o roubo de cargas, um problema que, só em 2017, causou prejuízo de mais de R$ 6,1 bilhões ao país.

Portanto, as empresas do setor precisam investir recursos e tempo no combate a esse tipo de crime que, além do prejuízo financeiro, gera atraso nas entregas e prejudica a relação com os clientes.

Infraestrutura da malha rodoviária

Por último, não há como deixar de mencionar a falta de infraestrutura da malha rodoviária brasileira. Infelizmente, as condições gerais são ruins e há um grande volume de estradas que sequer são pavimentadas.

Esse cenário prejudica consideravelmente as transportadoras, que têm gastos elevados com manutenções de veículos e com os acidentes causados pela existência de buracos e falta de sinalização, por exemplo.

Quais as tendências para o setor?

Depois de apresentarmos os desafios, é interessante enfatizar que há, sim, uma luz no fim do túnel! As empresas estão atentas a todos esses problemas e, cada vez mais, desenvolvem produtos e ferramentas alinhados com os objetivos do setor.

Nesse sentido, a grande tendência para os próximos anos não poderia deixar de ser o maior uso de tecnologia. Desde programas para gestão de frotas, estoques e entregas, as empresas de transporte poderão desfrutar de grandes benefícios e enfrentar boa parte desses problemas com maior segurança.

O uso de recursos tecnológicos, principalmente no monitoramento de cargas e gestão fiscal, já é realidade em muitas empresas do setor, mas será ainda mais forte nos próximos anos. Afinal, os empreendedores mais antenados estão percebendo que o segredo para o sucesso é aproveitar todo o potencial que a tecnologia tem para ofertar ao universo corporativo.

Após concluir a leitura deste post, é possível observar que os desafios da gestão de transportes fazem parte da realidade dos empreendedores do ramo, mas não são suficientes para desanimar e impedir a execução de um bom serviço. Na verdade, com postura proativa, conhecimento e estratégias adequadas é possível superar esses obstáculos e crescer.

Portanto, seja qual for o porte de sua transportadora, lembre-se de que existem recursos, ferramentas e ações que podem ajudá-la a se desenvolver de maneira saudável e duradoura.

Quer aprender ainda mais? Veja como a gestão de custos pode impactar nas finanças de seu negócio!

Quer saber sobre mais assuntos como esse? Nos siga nas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.