(Last Updated On: 14 de maio de 2018)

A cubagem é um termo comum em logística, especialmente quando o assunto é o cálculo do valor do frete, já que não é apenas o peso de uma mercadoria que define quanto será cobrado, mas uma combinação de fatores que inclui as dimensões e a área que vai ocupar em um veículo.

No entanto, muitas pessoas ainda ficam na dúvida sobre a aplicação desse conceito e a diferença entre ele e expressões como peso cubado ou até mesmo fator cubagem. Para entender melhor cada uma dessas definições e sua importância para a gestão do transporte, continue a leitura!

O que é cubagem?

O termo cubagem está relacionado à noção de um cubo que, de acordo com as leis da física, tem seu volume determinado pela seguinte fórmula:

  • comprimento x altura x largura.

Então, de modo geral, a cubagem é estabelecida justamente pela solução dessa forma, que indica o volume que uma carga ocupará em um caminhão. Acompanhe o exemplo:a

  • uma caixa tem 2 metros de altura, 1 m de largura e 1,50 m de comprimento;
  • seguindo a fórmula, temos: 2,00 m x 1,00 m x 1,50 m = 3 m³;
  • dessa forma, 3 m³ é o volume do objeto e a superfície total que ele vai tomar em um caminhão.

Todavia, no universo logístico, o conceito de cubagem é um pouco mais amplo, pois ele é usado para estipular a relação entre o peso de uma mercadoria totalmente embalada e pronta para o envio com o espaço que ela preenche no veículo.

Por isso, para completar esse cálculo, é preciso considerar também o fator cubagem — sobre o qual falaremos adiante. Em suma, essa matemática é necessária para que todo o espaço físico e capacidade de peso de uma frota sejam bem aproveitados.

Qual a diferença entre cubagem, fator cubagem e peso cubado?

Como já adiantamos, esses três termos têm diferenças, porém eles se complementam para otimizar o transporte de mercadorias e o processo de precificação do frete. Saiba mais:

Fator de cubagem

É uma constante, um número que define, em média, qual seria a cubagem ideal (relação entre peso e volume) de uma carga. Seu valor equivale a um metro cúbico (1 m³) do espaço do veículo usado para a movimentação. Como cada modal apresenta cargas e capacidades diferentes, as grandezas frequentemente adotadas são:

  • aéreo: 166,7 kg;
  • marítimo: 1.000 kg;
  • rodoviário: 300 kg.

Vale notar que esses valores são estimativas muito comuns, mas não uma regra. Tanto que transportadoras que trabalham com cargas fracionadas optam por um número menor para calcular seu frete.

Como elas distribuem vários tipos de mercadoria — com pesos e volumes distintos —, muitas vezes não é possível preencher os 300 kg/m³ do veículo escolhido. Nessas situações, pode-se considerar entre 200 e 250 kg/m³.

Peso cubado

Representa uma unidade de peso (em kg) calculada considerando o volume que uma carga ocupa em um veículo. Essa variável é usada para determinar o frete peso, que consiste em comparar o peso físico, de fato, de uma mercadoria e seu peso cubado, sendo que o valor final será feito com base no maior resultado. Conheça sua fórmula e um exemplo do cálculo:

  • fórmula: comprimento x largura x altura x fator cubagem;
  • uma caixa com as dimensões de 80 cm x 60 cm x 30 cm tem o seguinte peso cubado: 0,80 x 0,60 x 0,30 x 300 (fator cubagem padrão) = 43,2 kg.

Cabe ressaltar aqui que, para otimizar a conta, é necessário nivelar as unidades de medida, isto é, transformar as dimensões em metros antes de inseri-las na fórmula.

Qual a importância da cubagem para o transporte de cargas?

O objetivo da cubagem é ajudar empresas a aprimorarem o carregamento e a distribuição de cargas e se planejarem financeiramente, para tornar a precificação a mais justa possível. Um exemplo clássico para entender o papel dessa métrica é a comparação entre movimentar 10 toneladas de algodão ou 10 t de metal.

Conduzir essa quantidade de algodão, por ele ser muito leve, não seria uma tarefa fácil: 10 toneladas de algodão representam um volume enorme desse material e, para cumprir esse trabalho, vários caminhões seriam necessários — o que não é um cenário vantajoso para a transportadora, já que a capacidade de carga do veículo é mal aproveitada nesse cenário.

Por outro lado, lidar com mercadorias muito pequenas, mas bastante pesadas, podem comprometer o limite de peso do carro, sem sequer usufruir do espaço interno.

Dessa maneira, a cubagem propicia que a capacidade de carga e a superfície disponível sejam igualmente bem aplicadas, visando o equilíbrio entre peso físico e espaço. Consequentemente, os envios são consolidados de forma eficaz, evitando situações de risco, como sobrepeso e ociosidade, que promovem o desperdício e o aumento dos gastos operacionais.

Como a cubagem afeta o cálculo do frete?

Como vimos, basear a cobrança somente de acordo com as dimensões de uma carga ou seu peso pode resultar em um valor de frete inadequado. Por isso, a cubagem e o peso cubado são variáveis cruciais para a elaboração da precificação correta.

Voltando ao conceito de frete peso, conforme mencionamos, ele é uma forma de calcular a cobrança de envios contrastando o peso físico e o cubado.

Assim, retomando o último exemplo que demos, o resultado do peso cubado da caixa foi de 43,2 kg. Caso seu peso físico real fosse 10 kg, prevaleceria o valor maior para a cotação do frete. O contrário também acontece: um volume pequeno tem um peso cubado de 4 kg. No entanto, seu peso bruto é de 18 kg — esse fator servirá como base para ditar o orçamento da remessa.

Como podemos ver, cubagem, peso cubado e fator cubagem são conceitos complementares que ajudam transportadoras a fazerem carregamentos mais eficientes. Quando a empresa é capaz de otimizar o espaço e o rendimento de um caminhão, consegue oferecer serviços de maior qualidade e reduzir custos, o que é primordial para praticar preços de frete mais competitivos.

Gostou de conhecer melhor o conceito de cubagem? Quer continuar lendo conteúdos relevantes como este? Então, acompanhe nossos posts no Facebook, Twitter e LinkedIn!

Quer saber sobre mais assuntos como esse? Nos siga nas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.