A redução de custos em transportadoras é sempre um desafio para quem administra esse tipo de negócio. No atual cenário político e econômico em que vivemos, algumas mudanças se fazem necessárias para atingir esse objetivo.

Muitos empresários temem medidas drásticas, mas a boa notícia é que elas não se fazem necessárias. É preciso tomar ciência das maiores fontes de custos que precisam ser reorganizadas.

Na maioria das vezes, pequenas mudanças em hábitos do dia a dia podem fazer toda a diferença. Se você ainda tem dúvidas, listamos abaixo algumas dicas para efetivar uma significativa redução de custos em transportadoras:

Planeje itinerários

É normal que uma transportadora atenda a várias empresas. Dessa forma, muitas acabam separando o itinerário por cliente, em vez de classificar as entregas por região.

Esse modelo faz com que, algumas vezes, dois veículos se desloquem para o mesmo bairro, apenas por tratar-se de remetentes diferentes. O ideal é juntar todas as entregas do dia e organizá-las por região.

Você pode, inclusive, determinar dias específicos para entregas em regiões mais afastadas. Dessa forma, os clientes desses locais ficariam cientes de que há datas para que recebam materiais.

É claro que elas não podem ter intervalos muito grandes entre si para que não se perca clientes, mas esse estabelecimento é importante para evitar grandes deslocamentos diários para levar um único material.

Com essas medidas, você evita gastar em duplicidade com combustível e pedágios, e ainda otimiza o tempo dos seus motoristas.

Previna falhas

É claro que toda empresa está sujeita a falhas humanas e evitá-las totalmente seria missão impossível. Mas isso não significa que você não pode fazer um trabalho preventivo para minimizá-las.

É necessário fazer uma conferência das mercadorias com muita atenção para garantir que foram etiquetadas e carregadas corretamente. Há casos de materiais que são extraviados por uma simples troca de etiquetas na transportadora.

Isso gera custos desnecessários com o retorno da mercadoria e ainda pode causar indisposições com o cliente. Avarias causadas pelo mau jeito ao manusear materiais também podem ser evitadas.

Sendo assim, oferecer um treinamento à equipe e conscientizar a todos os colaboradores da relevância desses dois tópicos é de suma importância. Você economiza dinheiro, tempo e paciência, que certamente seriam gastos para solucionar esses erros.


Meça o desempenho dos serviços

A análise de desempenho é uma ótima ferramenta para identificar possíveis imperfeições no processo e buscar uma solução. São essas melhorias que trazem mudanças que, por sua vez, levam a uma redução de custos.

Dentre os fatores que podem ser analisados, estão a quantidade de entregas por rota e por cliente, a margem de avarias e extravios e os principais motivos que levam a devoluções e repetições de entregas.

Sendo assim, você identifica situações recorrentes que passariam despercebidas e pode tomar medidas a respeito delas. E a diminuição de devoluções e extravios certamente otimiza seu tempo e seu dinheiro.

Trace estratégias inteligentes

Algumas transportadoras, em busca de uma redução de custo a curto prazo, acabam decidindo “passar a bola para os clientes” e aumentam os preços. Nem sempre essa medida é tão vantajosa quanto parece, ainda mais se levarmos em conta a competitividade do mercado no ramo.

Um aumento de preços pode levar a perda de clientes e, consequentemente, a uma diminuição ainda mais acentuada dos lucros. Percebe como uma estratégia aparentemente eficaz pode ter efeito reverso?

O ideal é trabalhar o aumento da carteira de clientes. Isso pode ser obtido por meio de um treinamento adequado de equipe para oferecer um atendimento de excelência — o trabalho que citamos acima para redução da margem de erro e ações inteligentes de marketing.

Pense que, conseguindo mais clientes, é possível otimizar ainda mais os itinerários por região e o tempo dos motoristas. Você aproveita melhor cada viagem e conquista seu cliente pela rapidez e eficiência.

O mesmo vale para transportadoras que, muitas vezes, pensam em reduzir custos em relação às embalagens. Se você estiver pensando em tomar essa medida, pare e pense: as novas embalagens, mais baratas, oferecem ao produto a mesma segurança do que as que você pensa em abolir?

Se a resposta for “talvez” ou “não”, esqueça. Pense no quanto as mercadorias ficam sujeitas a avarias quando mal acondicionadas. E esses danos certamente trariam custos com os quais você não está contando. Está aí outra atitude em busca da redução de preços que pode trazer efeito reverso.

Conte com uma ajuda tecnológica

Nem sempre é possível fazer todas essas análises e planejamentos que citamos acima “na ponta do lápis”. Um procedimento administrativo totalmente manual está suscetível a falhas humanas, que podem levar à tomada de decisões erradas ou desnecessárias.

Contar com um software de gestão de transportadoras é uma maneira de automatizar processos e, indiretamente, otimizar o tempo dos colaboradores. Isso porque um sistema que integra os diversos setores pode ajudar na classificação de clientes por região nos cálculos de lucros e dividendos.

Com uma ferramenta dessas em mãos, você precisará apenas fazer os lançamentos e as atualizações sobre cada entrega e ela se encarregará de auxiliar na emissão de relatórios para análise. Dessa forma, falhas podem ser corrigidas conforme forem detectadas.

Esse tipo de recurso representa um avanço importante na logística da sua transportadora, visto que depender de cadernos ou mesmo planilhas eletrônicas isoladas demanda grandes análises para a construção de itinerários.

E você ainda corre o risco de perder alguma informação e não se lembrar mais qual foi o motivo de devolução de uma mercadoria. Ou pior, “esquecer-se” de repetir a tentativa de entrega de uma mercadoria que foi extraviada.

Redução de custos em transportadoras na prática

O sistema de gestão empresarial ajuda você a cumprir os prazos previstos para entregas; e alguns ainda contam com a opção de enviar lembretes a respeito de funções e atividades pendentes. Eis uma forma de não ficar dependente apenas da memória humana (que está muito mais suscetível ao erro).

Percebeu como a redução de custos em transportadoras nem sempre é tão difícil de ser implantada quanto parece? Está pensando em adotar essas estratégias para contar com essa importante ferramenta em sua empresa?

Se você gostou do post, siga-nos nas redes sociais e tenha acesso a mais conteúdos como este. Estamos no Facebook, no Twitter, no YouTube, no LinkedIn e no Google+!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.