A logística é uma área extremamente dinâmica e caminha lado a lado com a tecnologia para proporcionar uma experiência positiva aos clientes e às empresas. Nesse cenário, o rastreamento veicular é um dos recursos que mais contribuem para a melhoria do transporte de cargas no país.

Seja qual for o tamanho de sua transportadora, apostar em ferramentas de monitoramento e rastreio de cargas é fundamental e, neste post, você verá que essa estratégia traz benefícios para além da segurança.

Preparamos um material completo sobre o tema, repleto de informações e dados relevantes para que você compreenda, de uma vez por todas, essa tecnologia e consiga implantá-la em seu negócio.

Se você ficou curioso e quer aprender a aumentar a competitividade de sua transportadora, não deixe de realizar a leitura até o final!

O rastreamento veicular

Quem atua no setor de transportes sabe que, diariamente, há inúmeros desafios a serem superados, e a segurança nas estradas sempre foi uma preocupação recorrente.

Em meio a tantas atribulações, manter os indicadores de desempenho logístico sempre positivos é algo que exige a adoção de estratégias inteligentes e, principalmente, o investimento em recursos que tragam benefícios reais ao negócio.

Nesse contexto, o rastreamento veicular é uma tecnologia eficiente e necessária, fruto de estudos e investimentos dos americanos. O sistema por GPS que conhecemos e utilizamos atualmente foi desenvolvido para a área militar e acabou sendo incorporado ao nosso dia a dia apenas nos anos 2000.

Ressalta-se que, no mundo, existem dois sistemas de posicionamento via satélite: o GPS americano e o Glonass, desenvolvido e operado pela Rússia.

Portanto, estamos diante de um recurso moderno, que trouxe benefícios expressivos não apenas ao cidadão comum, como às empresas, que passaram a ter muito mais controle sobre suas mercadorias em trânsito.

Desde que começou a ser utilizado com essa finalidade, tem se tornado uma escolha importante para as transportadoras, especialmente por possibilitar mais informações, previsibilidade das entregas e expressiva redução de custos logísticos.

Como funciona o rastreamento veicular

O rastreamento veicular é feito por meio de um dispositivo de geolocalização que tem como finalidade acompanhar o percurso dos veículos de carga e indicar a sua real localização, ainda que ele esteja em movimento ou parado.

Mas, afinal, como esse recurso funciona? Em geral, é feita a instalação de um aparelho no veículo e ele é o responsável por emitir sinais que são captados e transformados em coordenadas, determinando sua exata localização.

Além disso, o aparelho de rastreamento pode funcionar por meio de duas tecnologias:

  • sistema de radiofrequência;
  • GPS — Global Position System.

Resumidamente, quando é utilizada a radiofrequência, é feita a triangulação dos sinais captados por grandes antenas receptoras espalhadas pelo país. Essas antenas dão uma grande cobertura e permitem a localização exata, mesmo em ambientes fechados.

Já o sistema de GPS utiliza uma rede de 24 satélites espalhados em torno do planeta. Assim, ao menos quatro deles estão sempre ao alcance dos sensores, independentemente do local em que o veículo esteja.

Os receptores são preparados para receber os sinais desses satélites, decodificando a localização por meio de coordenadas de latitude e longitude. O sistema envia a localização exata do veículo para uma central que oferece esse serviço e repassa essa informação à transportadora.

É importante ressaltar a necessidade de contar com um bom software de transportes, uma vez que isso assegura informações mais rápidas e precisas. Além disso, o aparelho que muitos chamam de GPS — instalado nos carros e caminhões — é, na verdade, um navegador que se utiliza do sistema GPS para operar.

A importância do rastreamento veicular

O transporte de cargas rodoviário é o grande responsável pelo deslocamento das mercadorias pelo território brasileiro. Mais de 60% de toda a produção e mercadorias do país necessitam das estradas e rodovias para distribuição, o que demonstra sua grande relevância.

A propósito, em um território tão extenso — segundo o Anuário do Transporte, com mais de 1,7 milhão de km —, é natural que esse modal seja muito explorado. Por outro lado, assegurar que o transporte seja seguro e previsível é um grande desafio.

A mesma pesquisa concluiu que 58% de nossas rodovias apresentam problemas, como deficiência na pavimentação, falta de sinalização e falhas na geometria, deixando o percurso mais perigoso e complexo.

De igual modo, o crescimento de roubo de cargas é algo que também afeta a eficiência e qualidade do transporte, causando prejuízos expressivos para o setor.

Com quadrilhas cada dia mais especializadas nesse tipo de crime, as transportadoras vêm sofrendo prejuízos expressivos, exigindo uma tomada de decisões rápida e a adoção de mecanismos para a segurança de seu veículo e carga do início ao fim do trajeto.

Diante desse cenário, não há como negar a importância de contar com o auxílio de um sistema de rastreamento de veículos. Afinal, por meio dele, é possível acompanhar em tempo real tudo o que acontece com a carga.

Assim sendo, não apenas a segurança do veículo e da carga é assegurada. Em resumo, contar com o rastreio traz mais previsibilidade e controle dos processos de transporte, já que os gerentes logísticos conseguem acompanhar de perto todo o trajeto dos veículos.

Benefícios do rastreamento veicular

A tecnologia é uma grande aliada das empresas contemporâneas e, conforme mencionado, muito importante para o desenvolvimento do setor de logística. A criação dos sistemas de rastreio, por exemplo, é um dos avanços que mais beneficiou o setor de transportes.

Atualmente, esse tipo de recurso faz parte do cotidiano das empresas do setor, trazendo muito mais segurança e tranquilidade a todos os envolvidos com o transporte de cargas. Confira as principais vantagens usufruídas por quem investe nessa tecnologia:

1. Acompanhamento da carga em tempo real

Um sistema de rastreio eficiente unido aos avanços da internet e dos dispositivos móveis faz com que o gerente logístico saiba, em tempo real, a exata localização de seus veículos.

Esse controle pode ser feito pela própria empresa ou por uma Gerenciadora de Risco — empresa que trabalha com uma central de monitoramento 24 horas, analisando o trajeto dos veículos e atuando preventivamente.

Acompanhar a localização do veículo em tempo real é um importante benefício que traz mais tranquilidade e controle ao transporte. Toda essa operação logística se desenvolve com mais segurança e previsibilidade, minimizando prejuízos com perdas e roubo de cargas, por exemplo.

2. Redução do tempo gasto nas viagens

Uma das grandes exigências do consumidor atual é em relação ao prazo de entrega de suas encomendas. Essa demanda faz com que as transportadoras invistam em tecnologias e estratégias que tornem os deslocamentos mais rápidos, sem deixar de lado a qualidade do serviço.

Nesse contexto, não há como negar que o uso de um sistema de rastreio reduz consideravelmente o tempo de viagem, já que o planejamento de rotas é devidamente cumprido e acompanhado de perto pelo gestor de frotas.

3. Maior segurança ao transporte

O roubo de cargas e outros riscos existentes durante o transporte de mercadorias são situações que afetam a rentabilidade dos negócios e reduzem os níveis de satisfação da clientela.

Acabar com todos esses problemas é algo que está além da capacidade de atuação das empresas do setor, mas o uso de um bom sistema de rastreio pode reduzir a ocorrência desses sinistros.

Essa ferramenta proporciona um transporte mais seguro, prevenindo e inibindo a ação das quadrilhas especializadas, uma vez que, por meio de uma central, é possível identificar situações de risco, detectar alguma ação estranha do motorista, observar em tempo real o desvio de rota, entrar em contato com o condutor e acionar a polícia fornecendo dados exatos da localização do caminhão.

Além disso, os sistemas mais modernos contam com o “Botão de Pânico”, instalado de maneira discreta para ser acionado facilmente pelo motorista sempre que estiver em risco, como no caso de sequestros.

Sendo assim, há a possibilidade de bloquear totalmente o veículo. Por meio de um comando a distância e on-line, o envio de combustível para o motor é interrompido e o veículo para automaticamente — para isso, é importante que esteja a, no máximo, 20km/h.

4. Aumento de produtividade

Investir em rastreio de cargas é uma excelente estratégia para quem busca por maior produtividade nessa atividade. Os melhores softwares têm recursos de comunicação em tempo real com o condutor, tornando o transporte muito mais produtivo.

Aliado a um sistema de encomenda monitorada, o motorista se sente mais próximo do gestor e consegue atualizar a empresa com informações e dados sobre a situação da carga, do veículo e da própria viagem, além de incluir ocorrências e registros de canhotos.

5. Redução de custos com transporte

A redução de custos é uma meta presente no dia a dia de qualquer empresa e não seria diferente em transportadoras. Na verdade, como você sabe, o transporte é uma das etapas logísticas que mais demandam investimentos, tornando o controle de gastos um grande desafio.

Por meio de um acompanhamento eficaz, é possível monitorar a velocidade do caminhão, identificar locais onde o trânsito é mais intenso e devem ser evitados e ter uma noção mais precisa do tempo total de viagem. Tudo isso pode ser importante no processo de redução de custos, especialmente porque o corte de gastos precisa ser realizado com estratégia e não pode afetar a qualidade do serviço prestado.

6. Otimização de recursos

Quando você acompanha de perto todo o deslocamento do veículo, acaba obtendo informações e dados relevantes que contribuem para a otimização de recursos.

Essa tecnologia proporciona o detalhamento do uso de combustível, comportamento do motorista e inatividade do motor, por exemplo. Com isso, é possível visualizar erros e, também, oportunidades de redução de custos.

7. Mais eficiência no planejamento de rotas

Planejar as rotas com boa antecedência é uma boa prática que traz mais segurança e agilidade ao transporte de mercadorias. Como o veículo deixa o centro de distribuição com todo o percurso já definido, diversos erros e riscos podem ser minimizados.

Com o auxílio dos dados e informações de rastreamento via GPS, é possível identificar as melhores rotas, economizar tempo e dinheiro, reduzir o trabalho improdutivo e o consumo de combustível.

8. Redução da ociosidade dos veículos

A ociosidade é um dos grandes problemas em uma transportadora. Afinal, ter um veículo parado pode representar perdas de oportunidades e prejuízos ao seu negócio. Diante disso, reduzir o tempo de inatividade de seus veículos e motoristas é o segredo para alcançar a máxima produtividade e aumentar a rentabilidade.

Como o sistema de rastreio permite uma tomada de decisões mais rápida e um planejamento de rotas inteligente, é possível reduzir o tempo que o veículo fica parado e realizar mais viagens.

9. Redução de gastos com seguro de cargas

Algumas seguradoras oferecem descontos quando os veículos são equipados com equipamentos de rastreamento veicular. Aliás, não é difícil compreender o porquê disso, uma vez que os índices de roubos e acidentes tendem a diminuir com a utilização do dispositivo.

Por isso, se você busca economia, é interessante observar que os gastos com seguro podem reduzir em até 30% só com a instalação desse sistema. Ou seja, estamos diante de um investimento com um ótimo custo-benefício.

10. Redução de custos com manutenção

A tecnologia tem evoluído sistematicamente e, nos dias de hoje, é possível encontrar softwares de rastreamento com recursos que contribuem de maneira significativa para a redução de custos com manutenção de veículos.

Em geral, alguns sistemas realizam um diagnóstico completo do veículo, informando o consumo médio de combustível, indicando a temperatura do motor e fornecendo dados precisos sobre o óleo de motor e funcionamento do veículo.

Com esses dados em mão, você reduzirá gastos com reparos e manutenções corretivas e poderá planejar e executar manutenções preventivas com mais eficiência. Sem se esquecer, é claro, de que isso também reduz o tempo que o veículo fica inativo devido às manutenções

Softwares de rastreamento veicular

Agora que você já conhece a tecnologia de rastreio de cargas, bem como os benefícios expressivos que ela pode proporcionar ao seu negócio, é importante conhecer os softwares de rastreio veicular.

Conforme mencionado, para que um veículo possa ser rastreado e controlado, é preciso realizar a instalação de um pequeno aparelho e também contar com o apoio de um software completo e eficiente de rastreamento veicular.

Esse programa para computador é o responsável por receber e traduzir as informações recebidas pelo satélite e indicar ao gerente logístico a exata localização do caminhão, assim como facilitar o planejamento de rotas, dando dados sobre o trajeto a ser percorrido.

Ressalta-se que, atualmente, existem softwares adaptáveis para smartphones. Na busca por atualização de informações cada vez mais rápidas, as plataformas mobile vêm se destacando e aumentando ainda mais a confiança do consumidor.

Desse modo, durante as trocas de veículos e no ato da entrega, o motorista pode coletar a assinatura do recebedor, tirar uma foto da mercadoria no local de entrega e enviar para o sistema em tempo real.

Ter um software de rastreio é um grande diferencial competitivo, pois ele conta com inúmeras funcionalidades, como:

  • localização em tempo real do veículo pela internet;
  • comunicação com o motorista mais efetiva;
  • possibilidade de bloquear o funcionamento do veículo em caso de roubos;
  • presença do “Botão de Pânico”, que comunica imediatamente situações de risco.

Outra possibilidade interessante para uma transportadora é a contratação de um sistema de rastreio de mercadoria. Isso porque os melhores softwares do mercado contam com um campo destinado ao motorista em que ele pode lançar e visualizar dados importantes, como:

  • ocorrências de acidentes e atrasos;
  • gastos com combustível e demais despesas;
  • canhoto de entrega da mercadoria;
  • fretes de retorno;
  • mensagens do controle da transportadora.

Lembrando que o rastreador veicular e o rastreador de cargas são sistemas distintos, mas ambos trazem benefícios ao controle e gestão de sua frota e entregas.

Além de trazer mais previsibilidade às suas entregas, esse é um fator preponderante para a fidelização de clientes. Em geral, o consumidor se sente mais seguro ao receber um código de rastreio e acompanhar o deslocamento de sua mercadoria em tempo real.

Rastreamento veicular ativo e passivo

Você sabe diferenciar o rastreamento ativo e passivo? Atualmente, existem no mercado diversos dispositivos e programas para rastreamento de veículos e eles são divididos em dois grupos: ativos e passivos.

Mas, afinal, quais são as diferenças entre eles?

Rastreamento vericular passivo

No modelo de rastreamento passivo, temos um dispositivo que armazena dados de localização, velocidade, direção e até alguns eventos, como abertura do compartimento do caminhão e desligamento da ignição.

Sempre que esse veículo retorna à empresa, o dispositivo é retirado e todas essas informações são transferidas para um computador para que possam ser analisadas e utilizadas como embasamento para treinamentos de pessoal ou mudanças dos processos de entrega.

Rastreamento veicular ativo

O rastreamento ativo funciona um pouco diferente, pois conta com a transferência automática e em tempo real dessas informações.

De maneira simplificada, por meio do acesso à internet, redes de celulares ou por satélite, todas as informações relevantes são transferidas e podem ser analisadas antes mesmo do retorno do veículo ao ponto de partida.

É importante ressaltar que os softwares mais modernos acabam mesclando esses dois modelos, reunindo as vantagens e recursos do rastreamento ativo e passivo. Assim, por exemplo, quando existe uma rede de celular disponível, o dispositivo transfere as informações, mas quando não há rede suficiente, ele armazena os dados na memória para transferir quando ela voltar a ficar disponível.

Arquitetura típica de rastreamento

Finalizando este artigo, seguiremos com um tópico a respeito da arquitetura típica de um sistema de rastreio. Tomaremos como base a tecnologia GPS, já que ela é a base da maioria dos sistemas comercializados e utilizados.

Com isso, a primeira informação relevante a ser guardada são os constituintes para rastreamento.

1. Dispositivos GPS: trata-se do dispositivo que é instalado no veículo, responsável por captar os sinais e enviá-los a um servidor central.

2. Servidor de rastreamento GPS: esse servidor exerce um papel importante para o correto rastreio do veículo, pois recebe os dados e os armazena em um local seguro e fornece tais dados sempre que é solicitado pelo usuário.

3. Interface com o usuário: o terceiro ponto é o responsável por permitir que o usuário visualize as informações e tenha acesso à localização do veículo.

Compreendendo esses pontos, fica mais fácil entender toda a arquitetura e funcionamento de um sistema de rastreio.

Portanto, assim que o veículo deixa o armazém ou centro de distribuição equipado com o dispositivo GPS, ele passa a receber sinais de satélite. A partir daí, existem dois caminhos: esses sinais são decodificados e enviados a antenas de celulares e, posteriormente, a um banco de dados; ou são enviados pela internet a um servidor que fornece e apresenta os dados ao usuário.

Com isso, a empresa tem um controle maior sobre o seu veículo e consegue se preparar e tomar decisões mais rápidas e embasadas, se protegendo dos riscos existentes no transporte de cargas.

Conclusão

Chegamos ao final deste material, em que foram apresentadas diversas informações relevantes sobre o rastreamento veicular. Com a finalização da leitura, você está mais informado e preparado para modernizar sua transportadora e aproveitar todos os benefícios dessa tecnologia.

Frisa-se que acompanhar essa tendência de mercado é mais que um diferencial, é uma maneira de se manter competitivo e atender às exigências de um mercado complexo e permeado de situações que podem afetar sua rentabilidade.

Investir em rastreamento veicular é uma decisão que vai além da segurança. Conforme demonstrado ao longo do post, a sobrevivência, rentabilidade e conquista de mais clientes para sua transportadora dependem de decisões e estratégias inteligentes, especialmente quando elas trazem mais segurança e rapidez às suas entregas.

Portanto, não perca mais tempo e comece a estudar maneiras de implementar esse recurso em sua empresa, conquistando uma logística de alta performance. Mas fique atento! É imprescindível realizar uma pesquisa de mercado a fim de apostar em um programa completo e que possa contribuir ativamente com o sucesso de sua transportadora!

Gostou do artigo? Se você deseja ficar por dentro de todas as novidades do blog e receber em primeira mão mais conteúdos como este, assine agora mesmo a nossa newsletter! É rápido e 100% gratuito!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.