(Last Updated On: 27 de novembro de 2017)

Há aproximadamente 6 anos, tornou-se obrigatório no Brasil a utilização de documentos fiscais eletrônicos para registrar operações de vendas e serviços. Os tradicionais documentos em blocos e formulários contínuos começavam a ser extintos, e iniciava a vigência da tecnologia e modernidade para documentos fiscais. Juntamente com essas mudanças, veio a necessidade de adquirir o certificado digital, que é a assinatura digital do emissor do documento, ou seja, é a forma de garantir que determinado registro esteja realmente sendo feito pelo emissor correto.

Com a chegada da obrigatoriedade na emissão de documentos fiscais eletrônicos como NF-e e CT-e, a demanda por este aparato cresceu significativamente, e vários modelos começaram a surgir no mercado. Hoje vamos ajudá-lo a distinguir entre um certificado e outro, e descobrir qual certificado digital é o mais indicado para a sua empresa.

 

Leia também: Fique de olho na validade do seu certificado digital.

 

Quais são os tipos de certificados digitais existentes?

Os certificados se classificam em A1 e A3, e cada um destes são instalados e utilizados de maneiras diferentes.

Certificado digital A1 pfx

 

 

Certificado A1: é aquele fornecido unicamente através de um arquivo digital para instalação, pode ser enviado por e-mail ou disponibilizado para download, e não necessita de nenhum dispositivo conectado à máquina para realizar a emissão do documento.

Este certificado tem a validade de 1 anos, e custa entre R$ 100,00 e R$ 300,00. A grande vantagem deste tipo de certificado é que ele pode ser instalado em quantas máquinas o emissor desejar, podendo assim realizar a emissão do documento simultaneamente com outros operadores, pois não há a necessidade de ter nenhum dispositivo conectado à maquina para concluir a validação dos dados fiscais.

 

 

 

Certificado Digital A3

 

Certificado A3: este tipo de certificado pode ser apresentado de duas maneiras, podendo ser ele um token (semelhante a um pen drive), ou um cartão, que necessitará de uma leitora para fazer a interpretação da chave privada.

Este certificado tem a validade de 3 anos, e custa entre R$ 130,00 a R$ 600,00. Diferente do certificado A1, para que a validação dos dados possa ser efetivada, é necessário que o certificado esteja instalado e conectado na máquina, sendo assim, para que haja emissão simultânea em mais de um computador, é necessário adquirir mais certificados digitais.

 

 

Todos os certificados digitais são aceitos e compatíveis com qualquer sistema?

Não, alguns sistemas podem apresentar incompatibilidade com o certificado do tipo A3. Em caso de emissão de NFS-e (Nota Fiscal de Prestação de Serviço), algumas prefeituras também não possuem suporte para este tipo de certificado.

 

Onde posso conseguir o certificado digital?

O Brasil possui várias agências autorizadas a emitir certificados digitais, uma lista atualizada pode ser obtida no site oficial, porém as certificadoras mais procuradas são:

  • Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados);
  • Caixa Econômica Federal;
  • Serasa Experian;
  • Receita Federal do Brasil;
  • Certisign;
  • Imprensa Oficial do Estado de São Paulo;
  • AC-JUS (Autoridade Certificadora da Justiça);
  • ACPR (Autoridade Certificadora da Presidência da República);
  • Casa da Moeda do Brasil;
  • Valid Certificadora Digital;
  • Soluti Certificação Digital;
  • AC Digital Sign;
  • AC Boa Vista SCPC;
  • MRE (Ministério das Relações Exteriores).

 

Como posso adquirir o certificado digital?

Para adquirir o certificado digital, o proprietário da empresa deverá ir até uma agência indicada pela certificadora e apresentar os documentos por ela exigidos. Ou poderá solicitar a um representante legal – como o contador da empresa, por exemplo – para que realize a expedição do certificado digital, porém, neste último caso, o indicado deverá apresentar um documento comprobatório de que possui poderes para representar a empresa.

 

Quais tipos de problemas cada certificado digital pode apresentar?

Uma das coisas que percebemos na prática é que, alguns certificados no modelo A3 mesmo tendo validade de 3 anos, não chegam a durar seu período máximo. É comum clientes entrarem em contato conosco onde constatamos que, por algum motivo externo, o cartão está desmagnetizado, ou “vazio”. Quando isso acontece, geralmente a certificadora não substitui o cartão, então a empresa acaba precisando adquirir um novo cartão. Já o certificado A1, desde que armazenado com segurança, não estraga.

Qual certificado digital é o mais adequado para mim?

Para chegarmos a uma conclusão, primeiramente é necessário avaliar o cenário da sua empresa. Quantos emissores são necessários para emitir seus documentos fiscais eletrônicos? Dentro de três anos, no mínimo, este número continuará o mesmo? Analisemos o seguinte:

 

Valor Certificado A1: R$300,00

– Custo médio por ano: R$300,00

 

Valor Certificado A3: R$600,00

– Custo médio por ano: R$200,00

 

Comparação do custo para o uso em 3 anos, em empresas que realizam emissões de documentos eletrônicos com 3 usuários simultaneamente:

 

– Certificado A1(usuários ilimitados ): 3 anos x R$300 = R$900,00

– Certificado A3: 3 usuários x R$600,00 = R$1.800,00

 

Assim sendo, indicamos sempre a utilização do certificado digital modelo A1, tanto pela sua praticidade, quanto pela economia e segurança das informações. De qualquer maneira, a Bsoft possui suporte para emissão de documentos ficais eletrônicos, tanto no modelo A1 quanto no modelo A3, além disso, nossa equipe de suporte realiza a instalação do certificado digital, deixando seu sistema operante. Ainda está na dúvida? Mande sua pergunta logo abaixo para podermos lhe ajudar.

 

 

Quer saber sobre mais assuntos como esse? Nos siga nas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.