(Last Updated On: 31 de maio de 2017)

Na semana passada, demos início ao conceito EDI, informando o que é, para que serve, e a forma como ele é utilizado. Expandindo mais este assunto, hoje falaremos sobre um dos arquivos criados pelo padrão proceda: O EDI NOTFIS. Saiba agora para que é utilizado este tipo de arquivo.

 

EDI NOTFIS

O NOTFIS é um dos cinco formatos de mensagens usados para estabelecer uma comunicação direta, rápida e eficiente entre os sistemas do embarcador e do transportador. Neste tipo de arquivo, serão informados os dados das notas fiscais eletrônicas das mercadorias que serão despachadas por determinada transportadora.

Nesta primeira etapa do processo, o embarcador emitirá todas as notas fiscais das mercadorias a serem transportadas, e ao invés de enviar cada um dos documentos para o transportador, o emissor gerará apenas 1 arquivo EDI NOTFIS, contendo todas as informações necessárias como: dados de remetente e destinatário, chave de acesso, número da nota, valor, e a descrição da mercadoria a ser transportada (nome do produto) de todas as notas fiscais, tudo em apenas um arquivo estruturado. Feito isso, o embarcador enviará este arquivo para o transportador da forma combinada, podendo ser por e-mail, via FTP, sistema próprio, etc.

O transportador por sua vez, ao receber o NOTFIS, importará o arquivo para seu sistema, que deverá extrair as informações, para que então o conhecimento de transporte eletrônico seja gerado, com base nas notas fiscais recebidas no EDI NOTFIS.

 

Entenda o processo através do infográfico abaixo:

 

EDI NOTFIS: entenda como funciona

 

Benefícios na utilização do NOTFIS

A utilização do NOTFIS é muito mais vantajosa, tanto para embarcador quanto para transportadora, pois neste processo economiza-se uma grande quantidade de tempo entre as operações, como também evita o desperdício de papéis, já que para este processo não há necessidade de impressões, pois praticamente todo o procedimento é feito eletronicamente. Além disso, a probabilidade de erros é muito baixa, já que estes processos são feitos com o mínimo de intervenção humana.

Após compreender este primeiro formato de mensagem que explicamos hoje, será muito mais fácil de compreender os demais, que seguem basicamente o mesmo padrão. Na próxima semana, falaremos sobre outro formato de mensagem, o CONEMB.

 

Ficou com alguma dúvida sobre o NOTFIS? Deixe sua pergunta abaixo para que possamos lhe ajudar!

 

Conheça o Controle de Transportadoras, o software número 1 em downloads no Brasil, e que possui suporte a geração e recebimento de arquivos EDI. Clique aqui e saiba mais.

 

 

 

 

 

 

É autorizada a reprodução total ou parcial, sem fins lucrativos do conteúdo deste canal de notícias, desde que citada a fonte Bsoft

Quer saber sobre mais assuntos como esse? Nos siga nas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.