Mudança em regras pode encarecer transporte de cargas
Mudança em regras pode encarecer transporte de cargas
21 de novembro de 2017
Como aumentar as vendas da sua transportadora
E-book Grátis: Como aumentar as vendas da sua transportadora
28 de novembro de 2017
Mostrar todos

O que esperar do melhor sistema emissor de MDFe? Confira 7 quesitos que não podem faltar no emissor ideal

sistema emissor de MDFe qual escolher

Desde a obrigatoriedade de emissão do MDFe em 2014, e agora com o MDFe 3.0, a busca por emissores deste documento aumentou significativamente. Com esse aumento expressivo de procura por este documento, surgiram novas empresas oferecendo este tipo de emissão. Oferecer preço baixo não é suficiente, então é preciso ficar atendo a todos os quesitos que um bom sistema emissor de manifesto eletrônico de documentos fiscais deve oferecer, os quais vamos destacá-los neste post para te ajudar a escolher o melhor sistema emissor de MDFe.

 

Leia também:

O que muda com o MDFe 3.0?

Confira quais são os documentos obrigatórios no transporte de cargas

Conheça o RCTR-C, o seguro obrigatório no MDFe

O que esperar do melhor sistema emissor de MDFe?

  • 1 – Assessoria completa

Administrar uma empresa requer tempo e estudo. Um transportador de carga precisa lidar com várias situações administrativas e tomar inúmeras decisões diariamente, por isso, minimizar essas dúvidas fazem parte do DNA de uma empresa que ofereça um bom sistema emissor de MDFe. Esta empresa deve estar por dentro de todas as mudanças no cenário fiscal, para orientar o emitente de MDFe da melhor maneira, eliminando as chances da transportadora ser multada por irregularidades.

  • 2 – Atualizações gratuitas

Frequentemente a SEFAZ estipula alterações no modelo do MDFe ou na forma como ele é emitido, como o recente caso do MDFe 3.0, e cabe ao desenvolvedor do sistema para emissão de MDFe disponibilizar essas alterações sem custo ao cliente. Antes de contratar definitivamente o seu software emissor de manifesto eletrônico, certifique-se de que a empresa se comprometerá a oferecer gratuitamente estas atualizações, e ainda antes do prazo limite para adesão das alterações.

  • 3 – Suporte gratuito e bom atendimento

Sabemos que apenas oferecer a ferramenta para emitir o MDFe não é suficiente. É preciso ensinar a utilizá-la e esclarecer todas as dúvidas, até que o transportador se sinta confortável e confiante para seguir no processo sozinho, pois por mais fácil e intuitivo que seja o sistema, as dúvidas são inevitáveis. Ter um canal de fácil comunicação com o suporte e uma equipe competente prestando um atendimento descomplicado é o básico para que o transportador comece a trilhar no caminho do sucesso.

  • 4 – Facilidades – emissão em poucos segundos

Algumas ferramentas mais avançadas permitem uma maior agilidade na hora de emitir o MDFe, importando os dados do CTe diretamente para a tela do manifesto eletrônico. Com isso, não há o retrabalho de preenchimento das informações, já que algumas são bem semelhantes às exigidas no conhecimento de transporte eletrônico. Com isso, em apenas alguns segundos já é possível validar o MDFe

  • 5 – Confiabilidade

Sabe-se que a SEFAZ obriga que uma série de informações sejam inseridas no MDFe, no formato e no local correto, portanto, é obrigação do sistema de MDFe verificar a alertar o emitente caso alguma informação esteja incorreta ou ausente, antes de iniciar o processo de validação. Dessa forma, são evitados cancelamentos ou contratempos que podem surgir em casos de cancelamento fora do prazo.

  • 6 – Acesse de qualquer lugar

Nem todos podem contar com um local fixo de trabalho. Um sistema emissor de MDFe deve se ajustar ao seu usuário, apresentando-se em versões que possam ser acessadas de qualquer local. A vantagem de sistemas na versão web, é que você só precisará de um local ou dispositivo com acesso à internet para poder gerar o MDFe.

  • 7 – Consultar MDFes não encerrados

A SEFAZ bloqueia a emissão de novos MDFes até que sejam encerrados os manifestos em aberto há mais de 30 dias. Mas qual a melhor forma de encerrá-los sem precisar buscar manualmente cada um deles? Opte por sistemas que oferecem a busca específica de MDFes não encerrados, para agilizar o processo da emissão de novos MDFes, encerrando apenas aqueles cuja viagem já foi concluída.

 

Com todas estas vantagens, emitir MDFe se tornará uma tarefa fácil, e em pouco tempo já será possível perceber as mudanças que um bom sistema para emissão de MDFe pode trazer. Se você quiser testar um sistema que une todos estes quesitos, te convidamos a conhecer o nosso sistema emissor de MDFe, que além de todas estas vantagens, possui um plano gratuito.

 

É autorizada a reprodução total ou parcial, sem fins lucrativos do conteúdo deste canal de notícias, desde que citada a fonte Bsoft

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Quer ficar por dentro de tudo sobre + transportes?