Há 100 mil vagas em todo o Brasil para serem preenchidas já, e um dos motivos que afasta os motoristas antigos das boleias é a violência.

Segundo a Confederação nacional dos caminhoneiros a boleias ficam vazias porque muita gente abandona a profissão por medo de assaltos e roubo de cargas.

Ao grandes operadores logísticos investem em rastreamento para aumentar a segurança dos motoristas, mas mesmo assim várias delas tem vagas disponíveis e, consequentemente caminhões parados no pátio à espera de motoristas. Esse problema causa um grande transtorno para essas empresas, que tem que remanejar centenas de coletas diariamente.

Em entrevista ao Jornal da Band (05/11), Marcelo Figueiredo, Gerente Regional da Braspress, uma das maiores transportadoras do Brasil, comentou: “Isso vai gerar mais horas extras pra gente, uma baixa produtividade, impactando no todo em nosso custo”.

Uma das alternativas da empresa para driblar a escassez de profissionais foi contratar mulheres, que afirmam se sentir seguras e à vontade no volante do caminhão. Isso, graças à tecnologia de rastreamento adotada pela Braspress.

Fonte: Jornal da Band

Conheça o Btrac! Solução em rastreamento veicular com o melhor preço do mercado

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Quer ficar por dentro de tudo sobre + transportes?